sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

história 164: o salva-vidas

a areia era cinza e dura, o sol não era tão forte quanto o sol da bahia, e tinham várias nuvens no céu, mesmo assim, ali era o que tinha de melhor, não havia duvida quanto a isso. talvez, eu nunca tenha visto tanta gente bonita reunida num só lugar. o vento era forte e as ondas, um tanto quanto, altas. lá no mar balançava uma bandeira laranja, quando a vi pensei no que poderia significar aquela bandeira ali no meio da água, mas não verbalizei a duvida e ficou por isso mesmo.

sentamos na areia, abrimos o guarda-sol, estendemos a toalha no chão, conversamos um pouco, nenhum deles teve a iniciativa de entrar no mar. não sou de praia, não sou de mar, mas aquela água estava convidativa, tirei a blusa e o shorts e caminhei em direção às onda, ouvindo o chamado de iemanjá. água gelada, água muito gelada, onda meio fortes. um mergulho, gosto sal na boca, a bandeira continuava a balançar loucamente, eu era o único naquela direção, dentro do mar o vento era um tanto mais forte.

voltei minha atenção para os que estavam na praia, continuavam a conversar despreocupados. mais um mergulho, quando volto à superfície vejo um salva-vidas acenando com as mãos e soprando um apito. "é comigo, gente?!" questionei-me. ele continuou a agitar os braços, eu me distrai olhando para aquela sunga vermelha e pernas grossas. o barulho de água se movendo me fez acordar do transe, não havia mais nada o que fazer, a onda forte estava a menos de um metro de mim. levei um caldo, submergi a contra gosto e emergi ofegante, outra onda bateu em mim mergulhei e fui arrastado para a parte mais rasa, raspei o quadril numa pedra. levantei meio tonto, fiquei de pé, estava ali estava raso, eu estava seguro? olhei meu corpo, sangue escorria da ferida ralada de minha pele, puxei a cueca para cobrir e disfarçar a ferida, caminhei em direção a praia, o salva-vidas estava em pé me esperando.

- tudo bem? - ele perguntou.
- tudo ótimo - menti, meio arfante.
- aquela bandeira laranja significa que o mar está bravo - ele me explicou.
- ah, é?! - me senti um idiota.
- sim, exatamente por isso não tem quase ninguém nadando naquela direção.
- muito obrigado.

ele sorriu e eu voltei para meu grupo.

- não me diga que aquele salva-vidas é viado - alguém me perguntou.
- não.
- e o que ele queria com você?
- estava me explicando para que serve a bandeira laranja. me dá um gole d'água aí?!

desviei o rumo da conversa e até hoje ninguém percebeu o caldo que eu levei do mar, há não ser o salva-vidas da perna grossa. eis parte de meu ano novo no litoral de santa catariana, o sul começou a render, vou te contar...
p.s: foto meramente ilustrativa

14 comentários:

  1. Ai.. vou te contar (hehe).. homens de coxas grossas em sungas vermelhas.. putz.. delícia. Bj

    ResponderExcluir
  2. rs...adoro seus textos!

    boa sorte aí mocinho^^'
    =*

    ResponderExcluir
  3. JAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAARBAAAAAAAAAAS!!
    Omg, agora que eu vi que voce conseguiu o curso no Prouni :D To tãão feliz por voce!!! Tomara que de tudo certo demais demais demais mesmo :D
    E toma cuidado, né, rapaz :X

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo certo?
    Vim te parabenizar pelo blog e dizer que vc foi um dos meus 15 escolhidos para o selo Dardos.
    Confira no meu blog

    http://beeabusada.blogspot.com

    Abraços!!!!!

    ResponderExcluir
  5. hauahauahauahauahauahauh!

    Já imaginei vc saindo do mar, linda, exuberante, altiva, sangrando... hauahauahauahauahau!

    Isso mesmo, menino, não pode deixar a bola cair!!!

    Beijão, fofo, torcendo sempre por ti!

    ResponderExcluir
  6. ai, caramba... vc ta mto machucado?
    eu conheço uns salva-vidas que dão um senhor caldo e ainda tomam guaraná Jesus (um sonho cor de rosa).

    ResponderExcluir
  7. gente
    medo! podia ter se machucado

    ResponderExcluir
  8. faco coro com o Alberto.
    no mais, a maioria nem e tao bonita assim...

    ResponderExcluir
  9. Eu já acho que o Sul sempre rende. Em qualquer local tem-se que peneirar.

    ResponderExcluir
  10. Vou te contar... Que caldooo!!
    Hahahaha
    Amei o texto e o Bofe Salva Vidas!!
    Beijooo!
    Xau...

    ResponderExcluir
  11. Ja aconteceu isso comigo so q as bandeiras nao indicava a bravura do mar,mas lugares q os banhistas nao podia ir pq era muito profundo!quase morrir de vergonha ainda bem q nao estava sozinha!KKKKKKKKKKKK
    haaa geralmente os salva-vidas tem o kit de primeiros socorros!KKkk pq vc nao pediu pra ele cuidar dos ferimentos?KKKKK beijos meu amor!e da proxima cuidado pra nao pagar mico!KKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  12. nossa...
    imaginei a cena, o sr. saindo do mar dignamente..dolorido, mas de pé e o salva-didas gostoso indo na sua direcão... adoro!!!

    ResponderExcluir

agora me conte você…