sexta-feira, 26 de setembro de 2008

história 151: o chevette...

meu vizinho agora inventou de comprar um chevette. olhe, não é preconceito nem nada, mas chevett, de tão feio que é, nunca deveria ter sido considerado um carro, uma pessoa que tem coragem de comprar um chevette deveria apanhar em praça publica.

pois bem, não bastasse o modelo ridículo do carro, a coisa é verde, num tom meio musgo, sei lá. não é um carro velho, sabe?! mas também não é novo. e eu não sei explicar muito bem porque, meu vizinho, que tem garagem, mesmo assim não coloca o tal chevette lá dentro, coisa de doido. dai o carro passa a noite inteira lá na rua. o detalhe maior da história é que os vidros ficam aberto. acho que o povo despreza tanto o tal chevette que ninguém dá importância nem para roubar o coitado do carro.

... vai fazer um mês que eu estou trabalhando, três vezes por semana, à noite, num povoado da zona rural daqui. e chego em casa cerca de 23:00 até 23:30 [...] minha rua para variar, nesse horário está menos movimentada que o deserto do saara. lá vou eu caminhando devagar, cabeça baixa. eu tinha aplicado prova e recolhido uns trabalhos, ou seja, as minhas mãos estava cheias de papel. quando eu estava na mesma direção do carro que estava lá parado, silencioso e quieto na porta de meu vizinho. olho para o chevett, xingo-o mentalmente, arrepio de raiva daquele carro horrível. quando de repente uma cabeça saí de uma das janelas do banco traseiro, era um homem visivelmente bêbado, ele disse:
"quantas horas aí?!" eu, automaticamente, dei um super grito, seguindo de triplo mortal carpado para trás jogando no ar tudo quando era prova e trabalho que estava na minha mão.

via-se um jarbas com a mão no coração, a respiração ofegante, as pernas tremendo, meu coração era uma escola de samba na sapucaí, eu olhei para o chão, aquele monte de papel ao meu redor, eu senti na calçada e comecei a chorar. sim, chorar feito uma criança, acho que o stress de um dia inteiro de trabalho mais o susto e os papeis no chão me deixaram vulnerável. depois de uns cinco minutos de choro como bêbedo me velando calado. eu comecei a catar os papel ainda soluçando baixo. de repente o bêbado fala:
"e as horas moço, vai falar ou não?!" minha raiva era tanta, que eu olhei para o bêbado com o meu melhor olhar de bette davis e disse: "vai perguntar a hora para o capeta não pra mim!" ele diz em respota: "vixe, tá stressadinho... nem vou mexer, se não me bate, mas não chora não viu?!"

eu nem disse nada em resposta, terminei de catar meus papeis fungando de raiva, deixei o bêbado sozinho e entrei em casa. quando eu já estava deitado em minha cama, fui parar para pensar na situação e comecei a rir sozinho por um logo tempo, foi inevitável pensar no quanto a situação foi surreal e engraçada. cada coisa que me acontece, né?! como diria uma amigo: "a gente se fode, mas se diverte" vou te contar...

p.s: foto meramente ilustrativa, o carro de meu vizinho é pior que esse aí.

34 comentários:

  1. :O caramba, pelo menos agora você sabe que não tem problema cardíaco! haha
    No começo eu pensei que no lugar do bêbado ia ser um casal mwuahewa :X

    Prefiro um Fusca do que um Chevette. E tenho dito.
    (pelo menos ele tem um carro @_@)

    ResponderExcluir
  2. minha amiga Regina (a mesma do post pau que nasce torto do calcinhas no box) tinha um chevette branco chamado pedro, O escamoso.

    o bicho era todo escatembado, mas o ex dono teve critério. pinto a lataria de errorex, o painel ele remendou com fita isolante e as lanternas ele passou durepox e pintou com esmalte rebu.

    olha que capricho?

    ResponderExcluir
  3. e o melhor era q o bêbado insistia em saber das horas

    sobre um carro, meu dermato tinha um voyage velhão que ele usava no dia-a-dia. ela gostava pq os caras nem ofereciam bugigangas para ele comprar no farol, hehehe

    ResponderExcluir
  4. ai gente
    qdo era criança chevette era tudo
    hehehe

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    antes de eu comentar algo eu precisava ri
    q post mais engraçado kra
    surreal literalmente essa história
    a parte do susto me pareceu mais akeles filmes adolescentes do anos 80..rsrs
    super trash
    quanto ao seu olhar Betty Davis...deve ser tudooo
    pke o olhar dela eh poderosooooooo..rsrs
    Parabéns pelo blog(amei o visu novo..eh novo?rs)
    e Parabéns pela história q me fez ri bastante!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  6. passo mal!!!

    o melhor de tudo é: o que o bêbado fazia dentro do chevete?

    hahahahhaha...

    fiquei imaginando o vizinho levantando de manhã, entrando no carro e no meio do caminho vê pelo retrovisor o bêbado levantando a cabeça e perguntando as horas....

    huahuhuahuauha

    bjos

    ResponderExcluir
  7. "automaticamente, dei um super grito, seguindo de triplo mortal carpado para trás jogando no ar tudo quando era prova e trabalho que estava na
    minha mão." HSUAIHSIUAHSIUAHSAUISHA

    Morri aqui! Vc é professor gente?! Compra um livro da Fernanda Young pra mim?! Professor sempre tem desconto em livraria! rs

    ResponderExcluir
  8. Já que não foi comigo eu já tava rindo desde o momento em q vc tomou o susto, hahahaha
    Muito divertido, rs

    ResponderExcluir
  9. amay seu blog. *-*
    Achei por acaso. *---*
    Amay.

    e chevett eh triste. ù_u Tbm sempre achei feinho.

    ResponderExcluir
  10. KKKKK...chevette é lasca. Se ainda fosse o New Beetle...
    Saudades, amigo!!
    Morri de rir lendo sua história, vou te contar...=P

    ResponderExcluir
  11. Muito bom.
    Dayane dos Santos que se cuide depois dos seus mortais triplos.

    :)

    Boa semana!

    ResponderExcluir
  12. onde estão os chevettes do Brasil???

    ResponderExcluir
  13. tadenho do chevetinhooooo
    ahhaha

    migo trabalhando na noite?
    e so 3 vezes por semana?
    me apresenta o seu cafetao pq o meu me faz bater ponto todo dia e ainda por cima tenho q atender no minimo 3 crientes hahahaha

    bjos gato

    ResponderExcluir
  14. Por incrivel q pareça resolvi ler esse texto de novo
    e de novo riiiiiiiiiiii muuuito
    nossa eu fico imaginando a cena..kkkkkk
    seus mortais
    rsrs
    bjos!

    ResponderExcluir
  15. Gente... então o seu vizinho comprou um carro pra servir de albergue pra mendigos????

    ahuahauhuahauuhauauh!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  16. Jarbas,eu dei altas gargalhadas aqui qdo li o susto que vc tomou,uauauaua.
    Todo mundo quis saber o motivo.
    Mandava este bebado pros infernos,rss

    Boa semana!

    ResponderExcluir
  17. aff...ninguem merece
    Eu mandava ele pra aquele lugar
    hahaha

    ResponderExcluir
  18. que stress é esse, menino?!
    precisa respirar e ficar mais zen!

    e realmente, o bêbado insistindo foi hilário

    ResponderExcluir
  19. (risos e gargalhadas descontroladas)

    por isso q gosto de suas histórias!


    Bossa Nova Café - textos, música e arte!

    ResponderExcluir
  20. IUHAIuhaiuHAIUhaiA
    eu particularmente detesto fusca!
    passat, brasiliA, chevete!
    ahdihsaihasd
    todos esses da década de 70 ou menos!
    aih gente, com essa técnologia avançada e com facilidades de consignação, pq as pessoas ainda pensam tão baixo, né?

    ResponderExcluir
  21. nossa, tu falando assim do tal chevette me da até um arrepio! me lembrei do ivro, Christine, ocarro assassino...é terrifiante!

    ResponderExcluir
  22. "um super grito, seguindo de triplo mortal carpado" foi uma das coisas mais engraçadas que eu já li essa semana... hauhauauahau

    ôoo o chevett, o bichinho nem é tão feio assim... carro velho já é horroroso de natureza..

    e quando o dia é estressante, meu amigo, e me acontece uma dessa...eu sento e choro tb... esses dias eu tava uma pilha de cansaço e prendi o dedo na porta...quase arranquei ele logo de tanta raiva...

    hauhauahua

    beijos!

    ResponderExcluir
  23. AHUAHUAHUAAHUAHUAHUH! A parte do "triplo mortal carpado" me fez cair na risada! Imaginei a cena do jeito que tu descreveu! :¬P
    Agora foi super engraçado, mas na hora deve ter sido um puta susto.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  24. seu vizinho não coloca o chevette na garagem, pq tah ganhando algo usando-o como albergue

    ResponderExcluir
  25. Fazia tempo que não passava daqui.. Fim de facul, TCC.. tá me deixando mega estressada também.. Acho que no seu lugar eu teria chorado horrores e ainda arrancado o bêbado do carro pra me ajudar a pegar trabalho por trabalho.. hahaha...

    ResponderExcluir
  26. Esta tudo bem por ai,lindão???

    ResponderExcluir
  27. Meu querido, vc é o melhor...
    morri de rir aqui lendo!!!
    imagino sua cara qdo viu o bêbado...
    noss q susto einnn

    um beijão, menino.

    ResponderExcluir
  28. Eu adoro chevettes! Eu sempre quis ter um desde que um tio meu teve um que se chamava [sim, ele se chamava] The Flash e era o máximo!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  29. Adoro teu humor!!!
    Beijos e uma oteeeema semana pra ti.


    http://www.pulchro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. E o glamour, onde fica???

    ResponderExcluir
  31. vixi crueldade c o visinho pow
    qual o preconceito?? meu pai ja teve não somente um como dois chevettes!!
    kkkkkkkkkkkk
    e seriram muuuito bem viu...melhor que andar em Salvador de GOLF (GRANDE ÔNIBUS LOTADO E FUDIDO)

    =*

    ResponderExcluir
  32. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkktriplomortalcarpadopratráseuquedeiqdoviotantoqueeuengordei... enfim...

    ResponderExcluir
  33. olha jarbas, eu ando sem tempo de passar nos blogs amigos para deixar mensagem, desculpe a ausencia ok.

    Mas esse post do Chevette tá hilário...ri muito aqui, sozinho.

    abração.

    ResponderExcluir

agora me conte você…